Ela & eu

O lance é assim: ela no seu canto, eu no meu.
É assim que a gente se curte.
Juntas, nada presta. Separadas, temos tempo de recriar o fascínio. Quando ficamos próximas tempo demais, tenho vontade de fugir; ela, de acabar comigo. Se o reencontro é breve, olho-a e vejo-a inédita, se bem que gasta; bonita, ainda que disforme; e, embora injusta, amorosa. Recebe-me ensolarada, de braços abertos. No olhar, o brilho de quem prefere o aperto da saudade à gastura da convivência.
E assim deixo-a, horas depois: encanto renovado e votos reiterados de voltar logo mais. Mas não tão logo, nem por tanto tempo. Só um pouco: o bastante.
Sampa, essa doida. Ela no seu canto, eu no meu.

Publicado originalmente no meu mural do Facebook em 6/6/2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s