Vai melhorar!

Vejam este vídeo da Pixar, que em uma corajosa atitude contra a homofobia gravou belíssimos depoimentos de lésbicas e gays que trabalham em sua empresa. Olha… CHOREI. Aplaudo. E dedico este post a todo aquele que, homo, hétero, bi ou whatever, já se sentiu diferente, deslocado e proscrito num mundinho de gente com muito medo de ser diferente. It gets better! 😀

Cortesia do David Hoffmann.

Anúncios

20 comentários sobre “Vai melhorar!

  1. É, Nath. Achei muito comovente. Acredito que todo aquele que já se sentiu a última fatia do pão de forma concordará.

    • Eu também, Pats. Pensei nas dificuldades que eles devem ter passado até se tornarem as pessoas que hoje temos o privilégio de conhecer. Todo mundo passa por perrengues na vida. E acho que todo mundo, gay ou não, já enfrentou algum tipo de preconceito e sentimento de exclusão. Muito ruim, sempre.

  2. Apesar de não ser gay, me identifiquei com o sofrimento que eles sentiram, assim como eu, de serem rejeitados pelas pessoas principalmente suas familias que tentam desesperatamente enquadra-los no que é normal. A minha família tenta incessantemente e falharam terrivelmente nisso.

    • Pois é, Diego. Sexualidade, religiosidade, cor de pele, gosto musical, ideologia… na cabeça de algumas pessoas, qualquer coisa é motivo para discriminação.
      O importante é saber quem você é de verdade e ser fiel a isso.

      • É que as vezes quando tento ser eu mesmo, sempre me puxam para ser que nem a maioria e as vezes tenho que deixar o penso para mim mesmo para que não me incomodem ou me pertubem. E as pessoas a minha volta são vitimas da história única em que se ta certo da certo não importa como isso seja e que se deixam levar por teorias conspiratorias como se fosse a mais pura verdade ou que se indignam com o que acontece com o pais e não fazem nada, além de reclamarem além da conta e não fazerem nada para melhorar. E ser verdadeiro consigo mesmo nesse ambiente dá dificil, além de que me cobram demais para ser o melhor, o mais esperto e o mais inteligente e que tentei agradar pessoas que nunca ficam satisfeitas com que querem e que nada fica bom.

      • Diego, é importante manter em mente a mensagem do vídeo: VAI MELHORAR! 🙂

  3. Camila, sempre passo por aqui para ler seus contos, e esse video foi uma ótima surpresa. A vida e as pessoas podem ser tão crueis as vezes que pensamos que todo o caminho será assim, de sombras e fardos. E não é.

    Esse video de fato é um presente, que emociona e arrepia, porque ele é cheio de vida, de força, de fraternidade. De vontade de continuar. Obrigada por compartilhar.

    • Oi, Tânia! Que legal que curtiu o vídeo. Eu só gostaria que ele tivesse apelo não apenas para pessoas previamente sensibilizadas pelo sofrimento (próprio e alheio), mas também para aquelas que nunca pararam pra olhar além do próprio umbigo. :-S
      Beijão.

  4. Putz, a diferença que isso teria feito se houvesse esse tipo de apoio quando eu tinha meus 14 anos…

    Vou divulgar o vídeo.

  5. Pingback: “It gets better” « Cris Lasaitis

  6. Olha eu chegando meses atrasada!
    A mensagem veio tarde? Isso poderia ter sido feito há uns 10, 15 anos atrás?
    Não sei.
    Mensagens são lidas e ouvidas o tempo todo, eu acho.
    E essa é incrível.
    Já está devidamente divulgada!
    Beijos, Flor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s